terça, 23 maio 2017 12:03

Inquérito internacional: mulheres desconhecem sintomas das doenças da tiroide

“Não é você: é a sua tiroide” é o tema central da campanha global de sensibilização da 9.ª edição da Semana Internacional da Tiroide, que este ano decorre de 22 a 28 de maio e que destaca as semelhanças que existem entre os sintomas dos distúrbios da tiroide com os efeitos do estilo de vida acelerado.

Esta campanha baseia-se nos resultados de um inquérito internacional, apoiado pela Merck, em colaboração com a Federação Internacional da Tiroide (TFI), que revela que muitas mulheres se culpam a si próprias, e às escolhas relativas ao seu estilo de vida, com sintomas como alterações de peso, irritabilidade, ansiedade, insónias e fadiga, não compreendendo que uma doença da tiroide pode ser a causa subjacente.
Participaram neste inquérito mulheres de sete países, sendo que foi evidente a tendência destas para culparem as suas escolhas relativamente ao seu estilo de vida pela presença de sintomas que podem ser provocados por um distúrbio da tiroide. Quase metade (49%) das participantes afirmou que culpam as escolhas do seu estilo de vida por se sentirem inquietas ou terem dificuldade em dormir, enquanto 40% culparam as escolhas do seu estilo de vida por se sentirem deprimidas, ansiosas e cansadas. Na realidade, estes são também sintomas de uma doença tiroideia. Esta tendência de responsabilizar o estilo de vida pelos sintomas apresentados pode ser ainda exacerbada pelo facto de que quase um quarto (23%) das participantes se lembrarem de contar a um amigo ou familiar, que se sentiam deprimidas, ansiosas ou frequentemente irritadas, enquanto 19% admitem sentir-se cansadas ou com falta de energia todos os dias.

Para a Dr.ª Maria João Oliveira, médica endocrinologista e membro do Grupo de Estudo da Tiroide da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM) “este estudo revela que a doença tiroideia pode, secretamente, ser a responsável por detrás dos sintomas que muitos de nós atribuímos ao estilo de vida sobrecarregado da atualidade e com cada vez menos tempo para descansar a motivos como o cansaço excessivo, a má concentração, a falta de motivação, a depressão, a perturbações do sono ou até mesmo à dificuldade em conseguir engravidar, não percebendo que um distúrbio da tiroide pode ser a causa subjacente. Daí que promover o conhecimento sobre a doença é fundamental para que os sintomas não sejam negligenciados e haja uma diminuição de casos por diagnosticar”.

Esta sondagem evidenciou porque é que é tão difícil a deteção da doença tiroideia. Repetidamente, as participantes não associaram sintomas como dificuldade de concentração (29,6%), dificuldade em engravidar (30%), redução de movimentos peristálticos (intestino lento) e obstipação (29%) à doença da tiroide. Uma característica da doença tiroideia, que dificulta a sua deteção, é que as hormonas produzidas pela tiroide ajudam a regular múltiplas funções no organismo. Assim sendo, os sintomas podem ser diversos e não específicos ou exclusivos da doença.


Dia Mundial da Tiroide
A Semana Internacional da Tiroide integra o Dia Mundial da Tiroide. O objetivo desta efeméride, assinalada a 25 de maio, é destacar algumas das características menos conhecidas das doenças tiroideias e garantir que as pessoas tenham as informações necessárias para saber identificar possíveis sintomas de uma doença que em Portugal afeta cerca de 1 milhão de portugueses (cerca de 10% da população), estando grande parte ainda por diagnosticar.
Para garantir que a população tem informações necessárias para identificar possíveis distúrbios da tiroide e combater o desconhecimento ainda existente sobre esta doença, a ADTI – Associação das Doenças da Tiroide promove uma ação de sensibilização e de rastreios gratuitos, no dia 25 de maio, entre as 10h00 e as 13h00, na Praça Central do Norteshopping, no Porto.

PUB

Planning

Endo Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

merckA Menarini Diagnostics CERT