terça, 28 agosto 2018 12:47

Semaglutido reduziu o risco de eventos cardiovasculares major na população com diabetes tipo 2

Semaglutido reduziu de forma consistente o endpoint composto, tempo até a primeira ocorrência de enfarte agudo do miocárdio não fatal e acidente vascular cerebral não fatal ou morte cardiovascular em pessoas com diabetes tipo 2 com um elevado risco cardiovascular. Estes resultados verificaram-se independentemente de os doentes terem tido eventos cardiovasculares prévios ao início do ensaio clínico.

Os resultados de dois subgrupos de análises no ensaio clínico SUSTAIN 6 e uma meta-análise do MACE nos ensaios clínicos SUSTAIN 1-5 foram apresentados no ESC Congress 2018, evento com lugar em Munique, na Alemanha, quer termina a 29 de agosto.

“A doença cardiovascular é a principal causa de invalidez e morte em pessoas com diabetes tipo 2 e é uma área que tem tido um foco cada vez maior para redução desse risco” disse o Prof. Doutor Stephen Bain, da Escola de Medicina da Universidade de Swansea, no Reino Unido.

“Temos acompanhado vários ensaios clínicos de vários tratamentos para a diabetes que conferem efeitos variáveis nos resultados cardiovasculares e as conclusões desta análise post-hoc providenciam mais evidência na consistência da redução do risco cardiovascular do semaglutido em pessoas com diabetes tipo 2, com perfis variáveis de risco cardiovascular”, acrescenta.

As análises post-hoc do ensaio SUSTAIN 6 mostraram que a redução do risco MACE foi consistente em pessoas com elevado risco cardiovascular tratadas com o fármaco, independentemente do seu perfil de risco cardiovascular no início do ensaio clínico, incluindo aquelas que tiveram ou não um enfarte agudo do miocárdio ou acidente vascular cerebral prévio, ou se tinham fatores de risco cardiovascular ou uma doença cardiovascular já identificada.

O SUSTAIN 6 foi um ensaio clínico pré-aprovação de outcomes cardiovasculares, realizado em 3297 pessoas com diabetes tipo 2 e doença cardiovascular estabelecida ou com fatores de risco cardiovascular, em comparação com placebo.

A meta análise post-hoc dos ensaios SUSTAIN 1-5 em comparação com o placebo, que incluiu 4807 pessoas, tendeu para um menor risco de MACE em pessoas tratadas com semaglutido.

 

PUB

Planning

Endo Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

merckA Menarini Diagnostics CERT