De acordo com o Prof. Doutor José Silva Nunes, a “mudança de paradigma que, atualmente, se verifica no tratamento da pessoa com diabetes tipo 2” pressupõe, necessariamente, “modificações consonantes” com essa atualização. Além dele, também o Dr. José Augusto Simões reforça a importância da Medicina Personalizada, tendo em conta o risco cardiovascular de cada doente. Assista aos vídeos das entrevistas realizadas durante a 34.ª edição das Jornadas de Cardiologia, Hipertensão e Diabetes de Almada, que decorreram na semana passada, entre os dias 17 e 19 de janeiro, no Hotel do Mar, em Sesimbra.

Publicado em Entrevistas

Newsletter

PUB